Aqun-Athlok, Transgeneridade Sob O Qun

Acabei de acordar de um sonho com um homem com a palavra Aqun-Athlok tatuada no peito.

Eu ando focando tanto em Dragon Age nessas últimas semanas que eu acho que está afetando meus sonhos, mas eu imaginei que seria uma boa hora de falar sobre O aspecto mais chato de Dragon Age: Inquisition: As contradições do Iron Bull sobre o Qun.

E também vou aproveitar e fazer um questionamento sobre inclusividade trans e apagamento intersexo.

Spoilers de Dragon Age: Origins, Dragon Age: Inquisition e Dragon Age: Those Who Speak.

Se você jogou Dragon Age Inquisition ou leu meu artigo sobre Krem de lá créme, você sabe que o Iron Bull diz que “Em Qunadar, Krem seria um Aqun-Athlok. É assim que nós chamamos uma pessoa que nasceu com um gênero, mas vive como outro.”

Então, olha, vamos analisar isso aí que isso tá errado.

O Qun segue uma série de regras e ideias filosóficas ditadas por Ashkaari Koslun, no seu livro chamado “Qun”, que dita toda a estrutura da sociedade Qunari e todos os papéis que todas as pessoas devem seguir desde o seu nascimento até sua morte.

Um dos conceitos principais do Qun é o Asit tal-eb, que diz que todas as pessoas no mundo tem uma natureza. Ir contra essa natureza causa sofrimento à própria pessoa e ao mundo ao seu redor. O mundo e o indivíduo são um. E a única forma de um indivíduo não sofrer é que este escolha seguir sua natureza.

A parada é a seguinte: No Qun, são as Ben-Hassraths, sacerdotisas de alto escalão, quem ditam as supostas “naturezas” de cada uma das pessoas que vive no Qun, baseando-se em características muito jovens das crianças Qunari.

sten1

Sten

“Eu não entendo. Você parece uma mulher.” é o que Sten, o primeiro Qunari a aparecer nos jogos de Dragon Age, diz para a sua personagem se ela for uma mulher. Frase que é seguida de comentários EXTREMAMENTE sexistas sobre como mulheres devem cuidar da casa, serem sacerdotisas ou artesãs, enquanto a guerra é o ofício de homens, e que se você guerreia você não pode ser uma mulher. Os argumentos de Sten, segundo ele mesmo, são todos tirados do Qun: “Você não pode escolher quem você é. Sua cor de pele, a cor dos seus olhos, se você é humano ou elfo. Estas coisas você não escolhe. Por que negar a sua natureza e agir de uma forma que não lhe condiz?”

Pessoas sob o Qun não tem liberdade de escolher seu próprio caminho na vida, pois as Ben-Hassraths acreditam que pessoas destreinadas no Qun não tem capacidade de perceber suas próprias naturezas. E aqueles que tem aversão ao Qun são vistos como uma anomalia à ordem natural das coisas e devem ser eliminades.

É isso que significa ser Tal-Vashoth: Escolher seu próprio caminho independente do que o Qun escolheu pra você. E todos os Tal-Vashoth são caçados até a morte.

Considerando a posição de Sten, em que características físicas também determinam seu gênero e seu papel na sociedade, pessoas que se desviam do seu gênero associado no nascimento não seriam também Tal-Vashoth, e portanto, criminosas?

Tanto Sten quanto Iron Bull são Qunari e entendem o Qun intimamente. Não existe espaço pra divergência de pensamentos sob o Qun. Então como explicar essas contradições?

Isabela_and_Qamek

Uma Rasaan tentando lobotomizar Isabella

Uma ideia pode ser que Qunari que estão prestes a ganhar um papel na sua sociedade podem conversar com as Ben-Hassraths pra quem sabe conseguir um papel diferente do que lhe era esperado. Mas sério? São essas mulheres que quase apagaram a mente da Isabella em Dragon Age: Those Who Speak quando ela se recusou a se converter para o Qun.

Nessa HQ, na verdade, nós descobrimos que os Qunari usam um tipo de veneno psíquico que lobotomiza as pessoas de terras conquistadas que se recusam a se converter para o Qun.

Por que uma sociedade que não tem medo de lobotomizar rebeldes, ouviria as preocupações de uma pessoa que acredita estar sendo associada ao gênero errado?

É possível, entretanto, que uma sociedade que possui técnicas alquímicas avançadas o suficiente pra criar uma lobotomia localizada como essa, por que não seriam também uma forma de modificar os corpos das pessoas que não tem o corpo ideal para o papel o qual ela está sendo associado?

É possível que, desde crianças, Ben’Hassraths hormonizam pessoas que não tem corpos ideias para os papeis os quais elas querem que essas pessoas fiquem, possivelmente contra a vontade delas. Assim homens “trans” sob o qun jamais teriam seios, e teriam pelos crescendo no seu rosto. E seriam chamados de Aqun-Athlok. E o mesmo para mulheres “trans”.

Mas isso tira totalmente o significado da palavra trans. Uma pessoa transgênera é aquela que se identifica com um gênero diferente daquele que lhe foi associado ao nascimento. E a ideia que eu dei acima indica que nenhume Qunari tem gênero ao nascer, e ele só é escolhido junto com o seu papel e a sua “natureza”.

Essa ideia pode ser explicada quando procuramos a etimologia da palavra “Aqun-Athlok”, que o Iron Bull diz que Krem se encaixaria.

Aqun significa equilíbrio. Athlok significa Trabalhador, A Mente, A Terra. Ben-Hassraths podem usar a ténica de transformar pessoas em Aqun-Athlok para equilibrar forças de trabalho com número desigual de crianças de cada sexo. Por exemplo: Se o Qun está com poucos guerreiros, e nasceram meninas demais, algumas dessas meninas serão feitas homens, de corpo e mente, e serão colocadas entre os guerreiros como um deles com a única provável diferença sendo que estes formados homens tem uma vagina no lugar de um pênis. E que é isso que, segundo esse modelo, significa ser Aqun-Athlok: Ter um genital diferente da maioria de sues colegas, e ser estéril.

af89366dc491f186b94b288c00fb4928

Krem e Iron Bull. Artista Desconhecide.

Mas aí eu pergunto pra vocês: Isso realmente é trans-inclusivo? Nenhuma dessas pessoas teve liberdade de dizer qualquer coisa sobre seu gênero! Na verdade, isso me lembra a história de Lola e de várias outras pessoas intersexo que foram hormonizades contra a sua vontade, por pressão social e dos pais, para seguir um papel de gênero escolhido de forma arbitrária, que se encaixe nas expectativas de gênero da nossa sociedade.

É muito legal que pessoas trans sejam mais incluídas no mundo dos jogos. Mas será que o gênero de um homem trans (Krem) precisa mesmo ser validado com a reprodução de um sofrimento muito real pra pessoas intersexo?

Também é possível acreditar que Aqun-Athlok é outro nome para Tal-Vashoth, e que o Iron Bull está de boa com Tal-Vashoths em geral, mas considerando a etimologia da palavra, é meio difícil engolir isso.

Algumas pessoas acreditam que isso seja um retcon – um reset na cultura Qunari que deixa todo o resto que nós sabemos sobre ela inválido. Mas, meu? Sério? Depois de 2 jogos, 3 séries de quadrinhos e 5 livros, realmente esperam que a gente esqueça o fato de que o Qun é, ou pelo menos era, extremamente sexista?!

Não deviam ter tirado o David Gaider com Escritor Chefe da série. Sendo bem sincera? Sem ele, Dragon Age tá virando uma bagunça. E agora que ele se demitiu da BioWare a coisa só tende a piorar. Espero que a nova equipe se toque disso.

Aqui está uma tirinha engraçada expressando o quão ridículo é o conceito de Aqun-Athlok:

aqun_athlok_by_nefla-d9dh2oj

Arte por Nefla

– Com base nas suas habilidades, você foi designado ao exército. Bem-vindo.

– Obrigada! Mas eu pensei que mulheres não pudessem ser soldados.

– Graças à sua capacidade de lutar, agora você é um homem.

– … Não, eu não sou.

– Sim, você é.

– Não.

– Senhor, você precisa se acalmar.

– …

a787e75f59fcd34db00e68962dc48bf8f0d372e08549d85756e35f008122e8eb

PS: ELFOS TEM PELO FACIAL SIM! E EU NÃO VOU OUVIR NINGUÉM ME DIZER O CONTRÁRIO!!!!!!!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.